Carta para ti

A Letter for you

Gostar ou não gostar, eis a questão. Num jogo de palavras em que posso gostar de paixão, ou não. Gosto de amar como a caneta para o papel. Não gosto de não amar pelo vazio da escuridão. Fosse gostar ou não gostar à exaustão, de pensar no que gosto, só por falar. Gosto de ti, do teu olhar, das mãos quentes que me aquecem o coração. Não gosto quando me olhas na tua indiferença que me rasga o desejo. Gosto do sabor das tuas emoções quando me percorrem as veias, não gosto das palavras duras, feias, frias como o gelo. Gosto da gargalhada, aquela que sai livre do teu canto que me inunda de alegria. Gostar ou não gostar, não gosto! Não gosto de açúcar no chá, como se quisesse adoçar o que não tem corpo doce, nem com canela. Fosse ela o que não sou, quem seria eu sem gostar. Gosto que sejas assim como és, genuíno, livre, só não gosto quando te escondes no abismo do conhecimento e da dor. Gosto que venhas a mim prazeando-me com o teu odor, numa dança de ternura e amor. Não gosto, quando tenho que partir, sem um caminho acolhedor.

Like or dislike, here’s the question. In a word game where I can like passion, or not. I love to love like the pen for the paper. I do not like not to love for the emptiness of darkness. Whether I like or dislike to exhaustion, to think about what I like, just to talk. I like you, your look, the warm hands that warm my heart. I do not like it when you look at me in your indifference that tears my desire. I like the taste of your emotions when they run through my veins, I do not like the hard, ugly words cold as ice. I like the laughter, the one that comes out of your throat that floods me with joy. Like or dislike, I do not like it! I do not like sugar in the tea, as if I wanted to sweeten what has no sweet body even with cinnamon. If she were what I am not, who would I be without liking. I like you as you are, genuine, free, I just do not like when you hide in the abyss of knowledge and pain. I like you to come to me by pleasing yourself with your scent, in a dance of tenderness and love. I do not like it, when I have to leave, without a warm path.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s