O adeus à minha avó

Desta vez tinhas as mãos frias.. aquelas que acolhi nas minhas e eram tão suaves… pintei-te as unhas para ficares mais bonita ainda há uns dias… mal sabia eu… o teu rosto, resta sereno, de quem partiu com um anjo dos ceús.

Levas contigo uma vida de histórias contadas e outras que apenas tu sabes e se encerram num sopro, silêncioso… Adeus avó.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s